quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Ao aniversariante do dia...

A gente apostava quem ficava mais tempo debaixo d'água, mas não usávamos uma piscina -- a cabeça ficava dentro de um balde grande. A gente subia e descia a ladeira da Usina, no Rio de Janeiro, imitando Marco e Tarma, os heróis do arcade Metal Slug. A gente teve Beyblade de metal (e a minha caiu num rio: eu chorei, ele riu). A gente travou um portão eletrônico de garagem e entrou em desespero sem saber o que fazer, enquanto o portão fazia um barulho altamente insano, anunciando ao mundo que estava emperrado. Eu já fingi ter levado um tiro à noite e o deixei desesperado; ele se vingou fingindo ter endoidado após eu derrubá-lo jogando Futebol Americano. A gente passou noites e horas jogando clássicos de PlayStation e PolyStation, desde Shadow of the Colossus a Super Mario Bros. A gente cagava de medo de jogar Resident Evil 4, especialmente porque era à noite. E teve aquela vez em que ele me ofereceu leite em pó puro e eu quase morri engasgado com a pasta que se formou e parou na minha garganta...
Hoje, esse cara, com quem eu tive diversas e milhões de aventuras, e ainda tenho o prazer de ter ao meu lado, completa 21 anos. Ainda não vi melhor designer nem melhor jogador de League of Legends. O Matheus é um tipo de cara que você gosta de ter ao lado, por causa da risada, do jeito, de tudo. E eu tenho muito orgulho de tê-lo como irmão.
Parabéns, mano. Que possamos viver muitas aventuras mais, eterno Marco!
Do seu eterno companheiro,
Lucas "Tarma" Cristovam


Nenhum comentário:

Postar um comentário